Dica do romance Uma abelha na chuva

Capa do livro Uma abelha na chuvaUma abelha na chuva, de Carlos de Oliveira (1953).  Livraria Sá da Costa Editora.  Lisboa, 25ª edição, 1996.  Capa de Sebastião Rodrigues.

Carlos de Oliveira escreve uma história trágica que se desenvolve durante quatro dias no cenário da aldeia de Montouro, numa época na que ainda não há automóveis.

O casal dos Silvestre, casamento de conveniência, esta-se a desmoronar.  Ela, Maria dos Prazeres, uma dona dura de roer, de família de fidalgos arruinada.  Ele, Álvaro, um proprietário de terras incapaz de fazer fronte à sua mulher.  Uma carta que anuncia o regresso do irmão dele desencadeia a crise: Álvaro tem vendido os pinhais do irmão durante a sua ausência e agora não lhe pode dar contas.  Por esta falta e por outras mais, feitas a instigações da sua mulher, Álvaro fica afligido e sem paz e acha que tem de fazer pública confissão; a mulher, com a ajuda do padre confessor, vigia-o para lhe o impedir.

Nesta situação instável, o cocheiro converte-se em protagonista involuntário.  Jovem e ruivo, atrai as olhadas da senhora, sexualmente frustrada; mas também ama a filha do oleiro, pai inflexível que quer casar a sua filha com um proprietário de terras e nega o consentimento para qualquer outro casamento.

A narração de Oliveira em terceira pessoa captura a atenção do leitor pelas suas pinceladas breves e firmes, e pela sua notável introspeção em todas as personagens, incorporando à narração frases dos seus pensamentos, ou mesmo das suas lembranças.  Oliveira retrata um universo asfixiante, sem liberdade, e um casamento que virou prisão.  Os diálogos são naturais e direitos.  Por outro lado, é uma obra que usa um vocabulário rural tão amplo que é necessário procurar muitos termos nos dicionários, e alguns nem sequer nos dicionários se acham.

Resumindo, uma obra literária notável que retrata a sociedade rural da primeira metade do século XX.

Esta entrada foi publicada em Literatura, Romance. ligação permanente.

Uma resposta a Dica do romance Uma abelha na chuva

  1. alascoba diz:

    gosto d namora com mulheres bunitas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s